ACORDO NA NAVIGATOR PARA 2019 APENAS NA CONVENÇÃO COLETIVA (AE)

AS 38H/SEMANA ESTÃO GARANTIDAS PARA OS PRÓXIMOS CINCO ANOS PARA O AE.

O Secretariado Nacional do SINDETELCO garantiu nas negociações com a Navigator, um documento equilibrado para os próximos anos aos trabalhadores abrangidos pelo Acordo de Empresa.

  • Aumento de 2% na remuneração base e clausulado pecuniário;
  • Subsídio de refeição 7,85 euros;
  • Pagamento de horário noturno a partir das 20h/07h;
  • Possibilidade de gozo das folgas em períodos de 1h;
  • Para os trabalhadores de 3 turnos – laboração continua:

– Antiguidade igual ou superior a 25 anos acresce o gozo de 1 dia de licença;

– Antiguidade igual ou superior a 30 anos acrescem o gozo de 2 dias de licença.

A tão desejada redução do horário foi proposta para todos os trabalhadores do grupo por igual, mas o compromisso com as 38h por enquanto é apenas aceite para aos trabalhadores abrangidos pelo AE. Para estes trabalhadores, a redução para as 38h refletem-se em menos 25 dias de trabalho, em média, para os próximos cinco anos (2020/2024).

Ler o comunicado na íntegra

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/acordo-na-navigator-para-2019-apenas-na-convencao-coletiva-ae/

ORDENS DE SERVIÇO QUE ABRANGEM TRABALHADORES DO GRUPO CTT EM CEDÊNCIA

Todos os trabalhadores dos CTTXPRESSO em contrato de cedência com os CTT receberam nas suas residências, durante a semana passada, novas ordens de serviço da Empresa sobre o assunto “Faltas por Doenças e Comprovativos de Faltas”.

Os documentos em questão suscitaram-nos muitas dúvidas, depois de analisadas pelo Contencioso do SINDETELCO, nomeadamente por estas matérias serem do âmbito da Organização e Disciplina no Trabalho e estarem assim enquadradas em Regulamento Interno, é entendimento do SINDETELCO que os trabalhadores que assim o entendam podem deduzir oposição.

Nesse sentido os trabalhadores que não concordem deverão deduzir oposição individual às mesmas através das Minutas que reproduzimos no verso e que estão também disponíveis no site do SINDETELCO em www.sindetelco.pt, no prazo de 21 dias, conforme estipulado no Artigo 104º do Código de Trabalho, por carta registada, email à Direção de Recursos Humanos (antonio.a.marques@ctt.pt) ou através da chefia com cópia assinada e marca do dia.

Ler o comunicado na íntegra

Minuta de oposição para trabalhadores CTTEXPRESSO

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/ordens-de-servico-que-abrangem-trabalhadores-do-grupo-ctt-em-cedencia/

NOVAS ORDENS DE SERVIÇO DOS CTT SOBRE O REGIME DE FALTAS

Todos os trabalhadores dos CTT receberam nas suas residências, durante a semana passada, novas ordens de serviço da Empresa sobre o assunto “Faltas por Doenças e Comprovativos de Faltas”.

Os documentos em questão suscitaram-nos muitas dúvidas, depois de analisadas pelo Contencioso do SINDETELCO, nomeadamente por estas matérias serem do âmbito da Organização e Disciplina no Trabalho e estarem assim enquadradas em Regulamento Interno, é entendimento do SINDETELCO que os trabalhadores que assim o entendam podem deduzir oposição.

Nesse sentido os trabalhadores que não concordem deverão deduzir oposição individual às mesmas através das Minutas que reproduzimos no verso, no prazo de 21 dias, conforme estipulado no Artigo 104º do Código de Trabalho, por carta registada, email à Direção de Recursos Humanos (antonio.a.marques@ctt.pt) ou através da chefia com cópia assinada e marca do dia.

Após este prazo o trabalhador é considerado aderente a este Regulamento, se não o contestar.

Outros assuntos deste comunicado
– ACIDENTES COM VIATURAS DOS CTT
– ACIDENTES DE TRABALHO

Ler o comunicado na íntegra

Minuta para trabalhadores da CGA

Minuta para trabalhadores da Segurança Social

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/novas-ordens-de-servico-dos-ctt-sobre-o-regime-de-faltas/

ERSAR – Negociação Coletiva

Terminaram na semana passada as reuniões de trabalho sobre o texto do Acordo Regulamentação Coletiva de Trabalho com a ERSAR.

Destas reuniões preparatórias resultará um texto que constituirá a proposta negocial do SINDETELCO, tendo em conta as posições que nos foram transmitidas pela ERSAR. Coube ao SINDETELCO fazer a compilação final do texto resultante destas reuniões, num documento que, uma vez concluído, será partilhado com os associados.

Nessa altura iremos agendar uma reunião com os associados onde este documento será debatido com os Secretários Nacionais do SINDETELCO.

Só depois desse debate terá lugar a marcação da fase final de negociação com a ERSAR.

Contamos com todos para o um final feliz neste processo.

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/ersar-negociacao-coletiva/

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DOS TRABALHADORES DA STEF

Como todos sabem a direção da empresa está prestes a implementar um sistema de avaliação de desempenho aos trabalhadores da STEF.

A comissão sindical está a alertar há vários meses a empresa para alguns parâmetros que não se encontram de acordo para uma avaliação justa, imparcial e objetiva, nomeadamente os parâmetros de avaliação direta por parte das chefias e o parâmetro do absentismo.

Quanto ao parâmetro do absentismo é lamentável que a direção, através de direitos consagrados na Constituição, penalize os trabalhadores em situações como Consultas médicas/tratamento, doença com baixa e faltas por assistência à família.

Relembramos que a avaliação nestes moldes poderá prejudicar seriamente todos os trabalhadores, nomeadamente provocar despedimentos ou a não renovação de contratos, no caso dos trabalhadores precários.

Não havendo mudanças nestes parâmetros a comissão sindical não poderá aceitar de livre vontade que seja imposto este sistema de avaliação.

 Assim pedimos que votem NÃO no próximo dia 25.02.2019.

Ler o comunicado na íntegra

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/sistema-de-avaliacao-dos-trabalhadores-da-stef/

AOS TRABALHADORES DA CTTEXPRESSO

A empresa no mês de Janeiro fez o pagamento aos trabalhadores da ex. POSTEXPRESSO do Norte por decisão judicial sentenciada no Tribunal de Trabalho de Lisboa, ficando a faltar o pagar ainda dos juros de mora.  Estão para muito breves novidades em relação á ex. POSTEXPRESSO do Sul.

Não aparecemos como salvadores da pátria e muito menos só nos lembrámos agora que existia uma empresa que é a CTT-EXPRESSO, porque nos é conveniente ou nos dá jeito.

 Acompanhamos todos os trabalhadores desde Janeiro de 2000 como acompanhamos e ouvimos em Janeiro de 2019 com o mesmo intuito e intenção de melhorar a vida dos trabalhadores sem demagogias e promessas num sindicalismo moderno, construtivo e responsável.

Ler o comunicado na íntegra

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/aos-trabalhadores-da-cttexpresso-2/

ESCLARECIMENTO AOS TRABALHADORES DA ALTICE

Há cerca de um ano, o SINDETELCO saiu da Frente Sindical, tendo desde logo informado os Sindicatos envolvidos que quando fossem abertas as negociações com a Empresa, e em caso de divergência com as propostas apresentadas pela Frente, iriamos apresentar as nossas próprias propostas em sede de negociação. E foi o que aconteceu.

A frente de Sindicatos decidiu afastar o SINDETELCO uma vez que consideravam que ou o SINDETELCO obedecia aos Sindicatos da frente, ou simplesmente não teria lá lugar.

Não aceitamos faltas de respeito, temos ideias próprias e nunca colocamos os interesses dos trabalhadores em causa por ideologias políticas ou interesses partidários. Quando existe uma Frente Comum todas as entidades envolvidas nessa frente devem-se respeitar mutuamente, o que ultimamente não tem acontecido.

Aos trabalhadores podemos garantir, que podem confiar no SINDETELCO e no seu trabalho, na defesa dos seus interesses.

PROGRAMA PESSOA

MINUTAS – Em relação às Minutas apresentadas para as saídas, ao abrigo do Programa Pessoa, o nosso gabinete jurídico já deu parecer favorável ás mesmas, não tendo vislumbrado nenhuma ilegalidade nos documentos.

Ler o comunicado na íntegra

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/esclarecimento-aos-trabalhadores-da-altice/

CTT – ATUALIZAÇÃO SALARIAL 2019

O SINDETELCO entregou à Empresa a sua PROPOSTA DE ATUALIZAÇÃO SALARIAL para todos trabalhadores dos CTT em 2019, com retroativos a 1 de Janeiro e assente nos seguintes aumentos:

  • Tabela Salarial = 3% de aumento
  • Diuturnidades = 3% de aumento
  • Subsídio de refeição = 3% de aumento
  • Aumento mínimo na Tabela Salarial = 30€

Fomos pioneiros no pedido de aumentos salariais transversais para todo o Grupo e nesse sentido, à semelhança de anos anteriores, o SINDETELCO mantém a sua proposta para que estes aumentos se apliquem a todos os Trabalhadores do GRUPO CTT.

Ler o comunicado na íntegra

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/ctt-atualizacao-salarial-2019/

PROGRAMA DE SAÍDAS VOLUNTÁRIAS NA ALTICE PORTUGAL

Estivemos ontem reunidos com a Administração da Empresa que nos convocou para apresentar o “Projecto Pessoa”, um programa de saídas voluntárias.

Segundo a Empresa este programa pretende rejuvenescer os quadros da empresa permitindo a trabalhadores entre os 50 e os 55 anos de idade candidatarem-se a uma saída voluntária.

As condições de saída são as seguintes:

  1. Suspensão de Contrato de Trabalho (SCT), para o qual estão elegíveis os colaboradores entre os 50 (feitos até 28/02/2019) e os 55 anos de idade: 100 % do vencimento base + diuturnidades + 50 % de outras rubricas remuneratórias, caso existam. O subsídio de alimentação não é pago ao trabalhador.
  2. Pré-Reforma (PR), dirigido a colaboradores com mais de 55 anos (feitos até 28/02/2019): 80 % do valor correspondente à base fixada para efeitos de SCT. O subsídio de alimentação não é pago ao trabalhador.
  3. Rescisão por Mútuo Acordo (RMA), cujas condições serão comunicadas de forma individual, tendo em conta o histórico de cada colaborador.

As modalidades de SCT e de PR incluem ainda outros benefícios:

  • Plano de saúde: Os colaboradores mantêm os planos de saúde PT ACS (Clássico, Tipo I e Tipo II) no qual estão atualmente inscritos;
  • Plano de comunicações: Manutenção do desconto MEO, com 60 % de desconto no pacote base.

No caso das pré-reformas estas não serão penalizadas a nível de carreira contributiva, umas vez que os descontos para a segurança social mantém-se nos 100% do vencimento. Um trabalhador que aufira, por exemplo mil euros, e saia da empresa ao abrigo deste programa, apesar de só levar 80% para casa mensalmente, em termos de descontos para a segurança social eles incidirão sobre os 100% do vencimento à data da saída.

O SINDETELCO não se opõe a este programa pois não conhece ainda as cláusulas que regem os contratos que vão ser apresentados aos trabalhadores. Os mesmos ficaram de ser apresentados ao SINDETELCO pela Empresa e quando o conhecermos pronunciaremo-nos sobre os mesmos.

As candidaturas a este programa deverão ser realizadas através de um formulário disponibilizado pela empresa até ao próximo dia 4 de Fevereiro.

O SINDETELCO, como sempre, terá o seu gabinete jurídico disponível para os associados que queiram verificar a legalidade dos contratos de suspensão e pré-reforma.

Qualquer questão adicional estamos ao dispor nos canais habituais.

Cordiais Saudações Sindicais
O SECRETARIADO NACIONAL DO SINDETELCO

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/programa-de-saidas-voluntarias-na-altice-portugal/

STEF – BALANÇO SINDICAL 2018

Chegamos a mais um fim do ano, e como tem sido habito fazemos um balanço do ano 2018.

Como bem se lembram começámos o ano 2018 em luta, com uma das maiores e melhores Greves que fizemos. Demos expressão a uma enorme indignação, e protesto face às políticas que a empresa tinha assumido, principalmente a não valorização profissional dos seus trabalhadores e a aposta na precariedade.

Através dessa luta, todos juntos conseguimos que a empresa abordasse os assuntos referente aos direitos dos Trabalhadores duma maneira diferente, uma abordagem mais transparente, negocial, contudo sempre difícil.

Foi um ano de mudanças no nosso Contrato Coletivo de Trabalho, algumas positivas (revisão das tabelas salariais com o devido incremento Salarial, aumento remuneratório das Diuturnidades), outras negativas (diminuição remuneratória nos dias de feriado e folgas).

Foi um ano em que conseguimos, com a força dos trabalhadores, um dos maiores aumentos salariais da história da STEF, aumento salarial de 25€, um salario mínimo de 650€ para operadores maquinas, de 640€ para este ano para a área administrativa e aumento 15 cêntimos no subsídio de frio (este subsidio não era revisto já há alguns anos).

Ler o comunicado na íntegra

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/stef-balanco-sindical-2018/

FORMAÇÃO PROFISSIONAL 2019

Hoje em dia, o mercado de trabalho impõe sérias dificuldades a quem quer estabilidade no trabalho. A atualização de conhecimentos ao longo das nossas vidas é fundamental para todos aqueles que querem crescer enquanto profissionais, bem como para as empresas que pretendem ser mais competitivas. Investir no desenvolvimento das suas próprias competências traz aos trabalhadores uma melhoria significativa de desempenho a vários níveis.

Em todas as ações de formação os formandos têm direito a um Subsídio de refeição de montante igual ao valor definido para os trabalhadores que exercem funções públicas, nos dias em que o período de formação seja igual ou superior a 3 horas. O pagamento deste apoio social ocorre no final do mês seguinte ao do términus da ação de formação.

Ver o comunicado na íntegra

Página do site dedicada à formação CEFOSAP com todas as condições e documentação necessária

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/formacao-profissional-2019/

AOS TRABALHADORES DA CTT-EXPRESSO

Terminámos o ano de 2018 satisfeitos por termos resolvido a maioria dos problemas que nos foram colocados e cumprimos com a quase totalidade dos compromissos que nos propomos realizar no início deste ano.

E como o caminho se faz caminhando a nossa postura de responsabilidade não é propriamente de imobilismo mas antes avançar com passos certos e nesse ponto claramente o tempo dá-nos alguma razão quanto ao “prémio de desempenho” que foi diluído no vencimento e provocou uma quebra real na remuneração dos trabalhadores.

Existem uma série de processos judiciais que estão a seguir os seus trâmites legais não com a celeridade que pretendíamos “mea culpa” mas com a certeza que tudo estamos a fazer para que o resultado seja o pretendido por nós e em especial pelos trabalhadores.

Não nos lembramos dos trabalhadores apenas quando nos é conveniente ou nos dá jeito, está no nosso ADN a defesa dos trabalhadores em geral aqui em particular da CTT-EXPRESSO porque só assim se justifica a existência do SINDETELCO num contexto do sindicalismo moderno e construtivo.

Ver o comunicado na íntegra

Link permanente para este artigo: https://www.sindetelco.pt/comunicados/aos-trabalhadores-da-ctt-expresso/